terça-feira, 30 de junho de 2009

Há 20 anos

O céu já foi azul, mas agora é cinza. O que era verde aqui já não existe mais. Quem me dera acreditar que não acontece nada de tanto brincar com fogo. Esse ar deixou minha vista cansada. Nada demais.


Vamos celebrar a estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja de assassinos
Covardes, estupradores e ladrões
Vamos celebrar a estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar o nosso governo
E nosso estado que não é nação
Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião
Vamos celebrar Eros e Thanatus
Perséphone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade
Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
E os mortos por falta de hospitais
Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
E o voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
Todos os impostos, queimadas, mentiras e sequestros
Nosso castelo de cartas marcadas
O trabalho escravo e nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia e toda a afetação
Todo o roubo e toda a indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã
Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar um coração
Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado de absurdos gloriosos
Tudo o que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos o hino nacional
(A lágrima é verdadeira)
Vamos celebrar nossa saudade
E comemorar a nossa solidão
Vamos festejar a inveja
A intolerância e a incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente a vida inteira
E agora não tem mais direito a nada
Vamos celebrar a aberração
De toda nossa falta de bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror de tudo isso


Venha, meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha, o amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha, que o que vem é perfeição


Renato Russo escreveu essa música há quase 20 anos.. e já há tanto tempo que as coisas não estão como precisariam estar, e que muitos já não conseguem enxergar a beleza do amor, do respeito, da vida. Peço a Deus que salve as pessoas deste mundo, porque o mundo em si, vai ser difícil encontrar salvação. Mas eu ainda acredito..


E a nossa história
Não estará pelo avesso assim
Sem final feliz
Teremos coisas bonitas pra contar
E até lá vamos viver !
Temos muito ainda por fazer
Não olhe pra trás
Apenas começamos
O mundo começa agora
Ah! Apenas começamos!

6 comentários:

PEKADUS disse...

Oi Má..

Há 20 anos tinha 18..


Bjo em Pekadus..

Katy disse...

Renato Russo, Legião....letras maravilhosas...acabei de postar uma delas lá no meu blog...rsrs...
Sincronicidade...
Beijos.

Pulsar disse...

oi Moça,
adorei sua visita no meu blog.... e to adorando o seu tb.

bom Renato Russo, foi minha adolencencia toda.... eu tinha todos os discos, em vinil na epoca, até o descobrimennto do Brasil....

gosto muito dessa música....

Às vezes parecia
Que era só improvisar
E o mundo então seria
Um livro aberto...

Até chegar o dia
Em que tentamos ter demais
Vendendo fácil
O que não tinha preço...

Eu sei é tudo sem sentido
Quero ter alguém
Com quem conversar
Alguém que depois
Não use o que eu disse
Contra mim...



beijão grande

Thainá Soave disse...

Má ,que post LINDO !

Renato Russo faz muito falta!
Adorei teu novo blog .

Beijos bem !

. : : Roberto Torta : : . disse...

putz, sou mega traumatizado com renato russo, meu ex era fanatico por ele, e quando a gente terminou fiquei com aquele bad-feeling sabe, mas é incontextável, que eximio sonetista ele era.
amei ;*

Lucas Lima disse...

adoro ficar um tempo sem ver nada de legião e depois rever como se fosse novo, rs
demais, rs
Bons Dias